Medicamentos

Visando sempre o bem estar de seus pacientes e na busca dos melhores resultados, o Dr. Emerson Fischer disponibiliza em seu consultório tratamentos associados com a finalidade de agir na causa do problema e que também possa interferir no centro da fome e/ou no ritmo de queima calórica. A terapêutica atual consiste em estabelecer o diagnóstico e na maioria dos casos equilibrar parâmetros hormonais, de vitaminas, minerais, aminoácidos e outros que também modulem o emocional para que o paciente fique satisfeito com uma quantidade menor de alimento e para também auxiliar na queima das calorias. Para alguns casos com necessidade de emagrecimento, os medicamentos inibidores de apetite, como Anfepramona, podem ser indicados. As medicações utilizadas possuem indicações médicas precisas e devem seguir critérios de nossa legislação vigente.

Não podemos esquecer e devemos enfatizar que os medicamentos administrados via oral ou injetável, devem ser direcionados para as causas dos problemas, assim como sinais e sintomas associados, para que então sejam disponibilizados, se necessário, substâncias no controle da ansiedade ou depressão, diminuição da absorção de gorduras ou carboidratos, auxiliar na queima calórica, no controle da alimentação ou qualquer outro motivo que leve a hiperalimentação ou acúmulo de calorias. Para isto, quando necessário, além dos medicamentos que agem inibindo o apetite, no emocional ou na saciedade diretamente, utilizam-se substâncias fitoterápicas ou chamadas “naturais”, reposições de vitaminas, minerais, aminoácidos e principalmente a checagem e correções hormonais (veja detalhes). A finalidade dos tratamentos é de equilibrar o funcionamento geral do organismo, facilitando o ajuste do balanço calórico, reeducação alimentar e dando maior ânimo para a prática da atividade física. Para os pacientes que buscam o emagrecimento, ainda pode-se utilizar medicamentos específicos para a realização do URBAN SPA (veja detalhes).

:: Tranquilidade e segurança para os pacientes e familiares

Toda e qualquer medicação, só será prescrita se houver necessidade e após a avaliação da história clínica do paciente e avaliação de exames laboratoriais e outros.